Qual tarot escolher

A cada ano, mais de 100 baralhos de Tarot novos chegam às lojas de todo o mundo. São versões de baralhos antigos, criações artísticas a começar por cartas de Tarot de baralhos conhecidos ou mesmo um oráculo completamente distinto daquele que conhecemos por Tarot. Porém você já se perguntou por que são tantos? Qual é a diferença entre eles? Ou se há os melhores e os piores nesta listagem inesgotável?


CARTAS DE TAROT: TODO TAROT POSSUI 78 ARCANOS

Saiba Mais: Sobre: Tarot é um Poderoso Oráculo que pode te ajudar a descobrir


Quer dizer, o que precisa ficar bem evidente é que Tarot é todo conjunto de 78 cartas que se divide em 2 categorias: os 22 Arcanos Maiores e os 56 Arcanos Mais baixos, sendo que 16 desses são as quatro cartas das quatro Bom – Paus, Copas, Espadas e Ouros. Essa é a estrutura considerada clássico, já que a partir de a Idade Média os maços eram comercializadas com esse algarismo exclusivo de cartas.

Durante do tempo, com a divulgação massiva do Tarot enquanto utensílio de suposição, diversos cursos introdutórios e formadores foram e também são oferecidos. Ótima parte dessas atividades adota somente os 22 Arcanos Maiores e deixa de lado os 56 Mais baixos, como se essa lista diminuísse a valia deles.


Independente de serem usados os Mais baixos ou não, de acordo com a dificuldade de memorização ou de conciliação que possa manifestar-se, para que o oráculo seja considerado Tarot, ele precisa ter impreterivelmente essas 78 cartas – nem sequer uma a mais e nem sequer a pouco.


OS VÁRIOS TIPOS DE BARALHOS DE TAROT


Os primeiros baralhos de Tarot de que se possui explicação datam do século XIV, no momento em que a fabricação era muito simples, já que a tecnologia do tempo renascentista em perante, até o século XVIII, permitia a impressão com somente algumas cores.


O que é a suposição no Tarot?

No século XIX, com o aumento dos processos gráficos, novas versões dos antigos baralhos acabaram sendo desenvolvidas, publicadas e popularizadas. Novos artistas, novas impressões e novas capacidade de significado que abriram as portas do mercado editorial. Porém, embora de tantos baralhos disponíveis no mercado, é fundamental reforçar que a estrutura clássica se preserva na maior parte deles.


OS BARALHOS DE TAROT MAIS FAMOSOS DO MUNDO


Dentre os mais variados tipos de Tarot disponíveis no mercado, citamos quatro dos mais essenciais da bibliografia esotérica e mais usados de todos os tempos.

Conhecido no mundo inteiro, o Tarot de Marselha é um dos baralhos mais antigos e também hoje usados. Ainda que não se tenha documentos que atestem sua durabilidade antes do século XIV, é mencionado que o possível berço do Tarot de Marselha seja o norte da Itália, logo introduzido na França, especialmente no sul, no qual passou a ser copiado e vendido como um utensílio jocoso. Suas imagens são medievais, assim como suas cores primárias, por causa de aos recursos gráficos da época.


Sendo um baralho sóbrio, estrutural e conceitual, dele deriva a maior parte dos baralhos de Tarot lançados a partir de o século XVIII. O Tarot Personare é uma versão do clássico marselhês.


RIDER-WAITE TAROT


O Tarot mais comercializado em todo o mundo foi aceite pelo ocultista inglês Arthur Edward Waite e efetivado por Pamela Colman Smith, escritora e prolífica ilustradora inglesa. O baralho completo veio a público em 1910, mesmo ano que seu livro, “The Pictorial Key to the Tarot”, editado pela “Rider.

FONTE: https://www.r7.com