Como fazer uma vídeo aula para seus alunos

Como fazer uma vídeo aula para seus alunos

17 de dezembro de 2020 Off Por eduardo

Vídeo aula é uma aula gravada e enviada ou distribuída no formato de vídeo único ou em vários vídeos, com a finalidade de escolarização. É uma ferramenta didática cada vez mais utilizada, em função de sua pressa e praticidade. Além dessas qualidades, ao contrário do que muitos imaginam, temos outra bem importante: o baixo custo, com tal força para quem educa quanto para quem aprende.

Neste atípico momento de Covid-19, a vídeo aula se transformou no abundante recurso que a escola e o educador têm para bafejar conteúdo e ensinar. a conveniência e a utilidade dessa forma de ensino isolado são inegáveis. Por meio do vídeo, fica garantida a atenção e um maior interesse por parte dos alunos às explicações gravadas defronte a uma lousa ou quadro, aos slides com imagens e textos ou, até, a fixação da tela do computador com uma narração de cavado.

Plano de aula

A escola e professores devem organizar os planos de aula e definir quando cada matéria deverá ser enviada os vídeos precisam ser gravados com antecedência e também deve-se continuar em consideração a sazão que o aluno carece para assistir, ler materiais complementares e fazer missões. Os planos de aula funcionarão como guias, ajudando a não perder o foco de quais são as prioridades. Um bom deve conter o tema da videoaula, objetivo, conteúdo que será estonteado e o que os escolares devem aprender.

Roteiro

Antes de gravar, faça um princípio com os principais níveis que devem ser abordados. Não tem nada pior do que gravar um vídeo ao vivo inteiro e somente no final perceber que deslembrou de falar algo assaz importante. Mas lembre-se que a linha deve ser apenas uma direção, as videoaulas devem ser espontâneas e interativas. Se o prelecionador estiver muito travado e passar a impressão de que este lendo, os alunos vão de distrair e não conseguirão absorver o conteúdo. Esse é o instante de conversar com a turma!

Materiais extras

Ao planejar o vídeo, o preletor também pode criar materiais complementares para serem estudados pelos alunos após a aula. Coloque um resumo dos fitos mais importantes e links para conteúdos extras em livros, portais e canais. É curioso passar exercícios para a matéria ser melhor assimilada pelos alunos. As questões podem ser corrigidas na próxima videoaula ou os alunos podem recebê-las resolvidas.

Câmera

A câmera é o equipamento mais importante, já que uma imagem de qualidade é capital para manter a atenção das pessoas. Felizmente, até até mesmo os celulares atuais são capazes de gravar em Full HD e até Ultra HD (4K).

Se for fazer o celular, escolha o melhor modo possível de fixação, coloque-o de preferência em um tripé ou em uma local bastante seguro para não se mover ou cair, o que pode atrapalhar e até causar a perda a aula, e não se esqueça de filmar no horizontal. Se for investir em uma câmera, o que é o encarregado para escolas que intencionem dar continuidade as videoaulas, é possível encontrar fôrmas econômicos, mas que gravem em alta definição, tenham entrada para áudio alheio e que possam cachetar as lentes dependendo da necessidade.

Microfone

Para entender o conteúdo que este sendo ensinado, o aluno precisa ouvir bem o que o mestre está falando, de configuração clara, sem ruído e barulhadas exteriores. O microfone embutido nas câmeras e celulares não é o mais encarregado, mas pode ser empregado tomando os devidos cuidados. Neste caso, é importante escolher um local que tenha o mínimo de barulhada possível, gravar em uma hora mais tranquilo e falar claramente e sem apressamento. Caso decida comprar um microfone, confira se é compatível com seu equipamento e seja fácil de usar, como o de lapela.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

FONTE: https://www.estadao.com.br/mais-lidas