Qual é a melhor escolha para a janela da sala e do quarto?

Cortina ou persiana: qual é a melhor escolha para a janela da sala e do quarto?

É momento de adernar dependência e quarto e … Cortina ou persiana? Pode ser que, na sua cabeça, a escolha do que colocar na janela dos cômodos seja puramente estética, porém não é.

A decisão entre cortina e persiana precisa mudar por critérios de utilidade, praticidade e conforto, especialmente visto que dependência e quarto são os ambientes da casa mais ocupados pelos habitantes.

Sabendo quais são as dúvidas mais comuns, compilamos as principais diferenças entre os 2 itens, benefícios, desvantagens e, para acabar, damos dicas para não claudicar na escolha da cortina ou da persiana para janela. No final, é só adotar o modelo e partir para a instalação!

Compare: cortina x persiana para janela

A diferença é, a princípio, de estilo: por definição, a cortina é um acessório mais clássico, enquanto a persiana empresta um ar moderno ao local. Embora de nenhum dos 2 itens servirem só como itens decorativos (eles também cumprem a função de ajudar os itens nos cômodos e garantir intimidade, por adágio ), é inegável que as cortinas saem na frente quanto ao visual.

Em compensação, perdem para persianas no momento em que o tópico é praticidade. Quem possui crianças ou animais em casa, por adágio, certamente ter á um acabado grande de força e dinheiro para preservar cortinas constantemente limpas – averiguado que, aproximadamente constantemente, elas precisam ser enviadas a uma lavanderia para higienização.

Embora disso, ter uma cortina na janela é um ótimo artifício para acudir-se um local mais aconchegante ( e, até mesmo, um bom truque para permitir a sensação de um cômodo mais alto ).

Por outro lado, quem preza por aconchego pode apostar em persianas automatizadas (não é tão comum para cortinas) e minimizar muito o esforço de legítimo a chegada da luz na casa.

Na momento de adotar, é fundamental pesar quais características atendem melhor às suas necessidades. Algumas indivíduos optam por cortinas na dependência e, pela agilidade de higienização, elegem persianas para os quartos; outras, apostam no combo persiana + cortina, o que dá um resultado bem distinto em termos decorativos.

Acerte na escolha da cortina

Elas são capazes de ser lisas ou estampadas, de tecidos mais leves ou mais pesados. Para quem quer um visual mais clássico, é possível conseguir aquele resultado de muito volume ao abrigar uma peça que tenha cacuri de 40cm mais que o dimensão da janela. As mais longas dão sensação de grandiosidade verticale, quanto mais para cima forem instaladas, melhor. Os critérios de escolha da ideal para você precisam mudar pela utilidade do coisa, que são:

Nível de vedação da chegada de luz e ar: Os tecidos mais comuns para cortinas de dependência e quarto são algodão, poliéster, seda, voil e linho – e cada um deles permite a chegada de luz e ar em uma intensidade distinto. É ideal observar o clima dominante e também o consumo do cômodo no dia a dia.

Tecidos mais finos, como o voil (cortinas translúcidas) deixam o local bem evidente. Caso a ideia seja evitar um pouco a luz, eles são capazes de ser combinados com mais tipos de cortina ( até mesmo com modelos de blackout, que são os que mais escurecem o local ).

Altura e largura da janela: Há tamanhos padrões de cortinas (1,80m, 2,60m e 2,80m), pensados para abafar somente a janela ou se estenderem do varão ao chão.

Caso sua janela não siga uma indicador padrão, você pode adquirir as maiores e ajustar o dimensão de acordo com sua necessidade. Sobre os varões: eles precisam mudar 20cm do dimensão da janela, sendo 10cm para cada lado ( para janelas não-padrão, é possível utilizar um conector entre duas peças para fazer uma do dimensão ideal ).

Além disso, os recomendados para quartos são os de 19mm de diâ andamento, enquanto os de 28mm e 32mm são os indicados para dependência por suportarem maior peso. Também sobre as exceções de dimensão: varões até 2m são fixados com 2 suportes; para maiores, adicione um ajuda a cada andamento.

Opte pela persiana correta para você

Persianas se dividem em 2 grandes categorias: as horizontais e as verticais. Dentro deles, há persianas de vários materiais – e alguns deles, até mesmo, são recomendados para usos comerciais e não para usos residenciais.

As persianas de fazenda são as que tendem a passar um pouco melhor o conforto acarretado por cortinas, porém perdem um pouco no condição agilidade de higienização (no caso delas, nem sequer constantemente um estofo para levar o pó funciona tão bem ). Além disso, persianas são produzidas em tamanhos padrão e, no caso de uma janela de dimensão distinto das comuns, é necessário adquirir uma sob indicador.

Persianas horizontais:  são capazes de ser de PVC (as que pouco combinam com casas), alumínio (com grande diversidade de cores), madeiro (feitas de fibra natural e de alta qualidade ), bambu (ecologicamente corretas) ou blackouts ( de poliéster com fundo baço, que bloqueiam a iluminação natural em 99%).

Persianas verticais: são mais comuns em residências, podendo ser de lâmina (nesse caso, na momento de uma higienização mais profunda, ser á necessário remover uma por uma ) ou de visão (boas para grandes vãos, comercializadas em fazenda ). Persianas e Cortinas BH

Dicas para utilizar o ar-condicionado

Dicas para utilizar o ar-condicionado de forma econômica

Com a aparecimento do verão e o crescimento das temperaturas, várias indivíduos pensam em comprar um aparelho de ar-condicionado para abanar o local de suas residências e estabelecimentos comerciais.

Frequentemente, fazem pesquisas para obter o ar-condicionado com o menor preço que atenda às suas necessidades. O que nem sequer constantemente o consumidor leva em conta é o quanto o uso energético do aparelho vai pesar na conta de luz.

Cálculos da CPFL Força apontam que, ao longo o verão, os sistemas de refrigeração, como equipamentos de ar-condicionado e ventiladores, chegam a demonstrar até 18% do uso de força de uma casa, superando o uso de chuveiros, televisões e lâmpadas.

Por isto, o consumo coerente e a escolha do aparelho acertado são capazes de realizar a diferença para diminuir a conta de luz no final do mês.

O diretor do Programa de Eficiência Energética da CPFL Força, Luiz Carlos Lopes Junior, esclarece que a aquisição consciente de um ar-condicionado envolve mais variáveis do que somente o preço do aparelho. “Existem variáveis no local em que ele ser á acomodado que pode controlar no quanto o aparelho consome.

Para auxiliar na melhor escolha, a CPFL Força preparou 10 orientações para utilizar o aparelho de ar-condicionado de forma econômica, segurança e responsável:

Esforço do uso mensal

As estimativas apontam que o consumo de um ar-condicionado pode ajudar para o crescimento do uso de força em cacuri de 30% ao longo o verão na comparação com o idade, dependendo da maneira de consumo. Isto significa que, em uma família pague R$ 150,00 por mês de luz sem o ar-condicionado, com o aparelho o esforço mensal pode aferir próximo a R$ 200,00.

Potência do aparelho

Outro atenção que é necessário ter antes de adquirir o aparelho é investigar qual a potência ideal para o local no qual o ar-condicionado ser á acomodado. De um forma maior parte, os fabricantes do equipamento aconselham amiudar 600 BTU ( artigo de indicador usada no aparelho ) por andamento anacrônico do local a ser frigorífico, adicionando mais 600 BTU por indivíduo que utilizar á o local, contando a partir da segunda.

Exemplificando, se o equipamento ser á acomodado em um quarto com 20 metros quadrados, a conta a ser ensejo é de 600 x 20, belzebu resultado é 12 mil. Isto significa que a potência ideal do aparelho para refrigerar esse cô forma é de, no mínimo, 12 mil BTU.

Presença no local

Tudo o que traz calor para o local vai necessitar mais do aparelho de ar-condicionado. Como por adágio, o forma e a porção de lâmpadas instaladas (lâmpadas incandescentes tendem necessitar mais do sistema de refrigeração do aparelho ), a iluminação pode aumentar a temperatura de um cô forma em até 5°C.

Lâmpadas de DÍODO EMISSOR DE LUZ são mais indicadas, uma vez que não esquentam o local; insolação é outro agente de influência, opte abrigar o ar-condicionado nos locais naturalmente mais frescos da casa; escolha também uma potência maior se o local tiver vários equipamentos como computadores, geladeiras, projetores e televisão. Realize a higienização e a manutenção periódica no aparelho.

Regulação da temperatura

Evitar o consumo na temperatura mínima do aparelho de ar-condicionado. Para acumular força, mantenha uma temperatura confortável e espere um tempo maior para que o local seja frigorífico de maneira gradativa.

Temperaturas entre 21º e 22º já proporcionam uma sensação de conforto sem um viaduto uso energético. Para favorecer, alguns aparelhos também contem a função “ forma econômico”, que funcionam de maneira parecida ao dos aparelhos celulares.

Aparelhos alterar

Embora de custarem mais, os aparelhos de ar-condicionado do forma   alterar   são capazes de resultar uma economia de até 40% em relação a um aceite. Isto visto que essa tecnologia permite que o aparelho regule o movimento de força do sistema, alterando a rapidez do compressor.

Esse elemento irá diminuir o uso de força no momento em que se detecta que a dependência necessita de pouco refrigeração ou acaloramento para alcançar a temperatura desejada.

Local tapado

De modo algum é demais advertir que, no momento em que o ar-condicionado estiver relacionado, as janelas e portas do cô forma precisam estar completamente fechadas para evitar a troca rápida de calor com o local externo.

Consumo ao longo a madrugada

A maior parte dos aparelhos de ar-condicionado vendidos hoje no mercado possui uma função para cogitar o desligamento automático (timer). Utilizar esse recurso ao longo a madrugada evita um acabado de força elétrica desnecessário, uma vez que, até o acordar, há um arrefecimento natural do local.

Segurança

Antes de abrigar um aparelho de ar-condicionado, contrate um profissional eletricista para avaliar a sua instalação interna. Realizar as adequações necessárias na fiação elétrica, o que, neste caso, além de resultar economia, revela um atenção com a segurança.

Autenticação Procel

Antes de adquirir, procure constantemente entender mais sobre os dados técnicos do aparelho nos sites do fabricante e do Inmetro. Priorize constantemente os modelos de ar-condicionado com Autenticação A do Procel, que sinaliza os aparelhos mais econômicos e eficientes do ponto de ideia energético. O site do Inmetro tem uma  tabela com o uso de força de todos os aparelhos homologados pelo instituto, o que favorece a comparação entre as distintos marcas.

 Adequação de abundância

Um aparelho grande consumidor de força como um ar-condicionado pode controlar na qualidade do abastecimento de força elétrica. Por isto, para não abalar a assiduidade do abastecimento de força elétrica, é fundamental que as informações cadastrais de uso na distribuidora estejam atualizadas.

Ou seja, a distribuidora de força, com a CPFL, necessita entender o quanto cada imóvel de fato pode utilizar de força para preparar uma barga elétrica capaz de aceitar essa ação e não provocar contrapeso na barga por cargas não declaradas. Ar condicionado BH